Clique aqui para visitar a página inicial do EUFIC
Segurança E Qualidade Alimentar
Tecnologia Alimentar
Food Risk Communication
Nutrição
Saúde E Estilo De Vida
Doenças Relacionadas Com A Alimentação
Perspectivas dos consumidores
(Apenas em Inglês)
Estímulo à reflexão
(Apenas em Inglês)
Iniciativas da União Europeia
(Traduzido parcialmente)
Destaques
Balanço energético

Nós aderimos aos princípios da charte HONcode da Fondation HON Nós aderimos aos princípios da carta HONcode.
Verifique aqui.



FOOD TODAY 05/1999

Comer ao ar livre com toda a segurança

Food TodayO tempo quente está a chegar, e com ele os churrascos, piqueniques e actividades ao ar livre. No entanto, à medida que a temperatura sobe, a actividade das bactérias que contaminam os nossos alimentos também aumenta.

Quer esteja na praia, na montanha ou apenas relaxando no seu jardim, aqui vão alguns conselhos, dados pelo Professor F. M. Rombouts, catedrático em Microbiologia Alimentar da Universidade Agrícola de Wageningen, Holanda, para melhor saborear as suas refeições de verão sem perigo. Estes conselhos devem ser aplicados durante todo o ano, mas no verão quando apetece descansar e desfrutar, as bactérias têm a grande maioria das condições necessárias e tornam-se activas!

Preparação dos alimentos 

A manipulação correcta dos alimentos antes de cozinhar pode prevenir os problemas posteriores. Siga sempre a instrução da rotulagem “manter refrigerado” e consuma os alimentos até à data limite indicada na embalagem. Lave as mãos com sabão e água durante 20 segundos antes e depois da manipulação de utensílios ou alimentos crus. Limpe minuciosamente a tábua de cortar os alimentos com água quente e sabão, e seque.

Se deixar a carne crua, peixe ou aves a marinar, coloque-as numa taça de vidro no frigorífico, e não na superfície de trabalho. Se pretender utilizar o molho da marinada como acompanhamento ou molho, deve separar num recipiente diferente antes de acrescentar aos alimentos crus.

Se está a fazer uma comida pré-cozinhada, substitua imediatamente o microondas ou forno pelo grelhador. Se não for possível, cozinhe a carne completamente e depois arrefeça-a rapidamente para a reaquecer mais tarde no grelhador. Prepare e armazene sempre os alimentos numa temperatura apropriada.

Grelhados

Cozinhe os grandes pedaços de bife a uma temperatura de 60ºC se pretender pouco passado e a cerca de 70ºC se médio/bem passado. Um frango inteiro deve chegar aos 82ºC. O peixe deve espetar-se facilmente com o garfo. Para eliminar todas as bactérias, os hambúrgueres de porco devem cozinhar-se a 71ºC e os de aves a 74ºC. Num grelhador, um termómetro é muito útil, para verificar a temperatura com que a carne é cozinhada.

Lembre-se sempre que os alimentos que parecem cozinhados (ou mesmo queimados) por fora, podem não estar totalmente cozinhados no interior!

Corte o alimento para verificar se está cozinhado; o líquido que larga deve ser claro e a carne não deve estar rosa.

Sirva os alimentos bem quentes. Para evitar a contaminação cruzada utilize diferentes pratos para os alimentos cozinhados e para os alimentos crus. Assegure-se de que usa diferentes utensílios e panos para cada um dos tipos de alimentos.

Piqueniques

Em piqueniques fora de casa leve apenas a quantidade de comida que vai precisar. Planeie a comida com antecipação (como sandes e saladas), embale-a e coloque-a num geleira refrigerada a 4ºC. Recorde-se que se os alimentos que estão à temperatura ambiente não irão refrigerar na geleira, a não ser que contenha acumuladores de gelo. Quando chegar ao destino, retire a comida do carro, que tem uma temperatura óptima para a multiplicação de bactérias, e coloque-a numa sombra, deixando-a dentro da geleira.

Os alimentos deixados na geleira estão seguros para serem consumidos enquanto os acumuladores estiverem gelados e os alimentos frios ao toque. Contudo, em caso de dúvida, deite fora. Provar os alimentos não o ajudará a saber se estão em boas condições de segurança.

Segurança alimentar é para todos

Todos os anos são reportados muitos casos de intoxicação alimentar. As crianças e as pessoas idosas são as mais vulneráveis. Proteja a sua família seguindo estas regras simples. Assim, reduzirá significativamente o risco de doença por intoxicação alimentar.

SOBRE O EUFIC
O European Food Information Council ou EUFIC (Conselho Europeu de Informação Alimentar) é uma organização sem fins lucrativos, que fornece informação científica sobre segurança e qualidade alimentar, nutrição e saúde, aos meios de comunicação, profissionais de nutrição e saúde, educadores e líderes de opinião pública, de uma forma facilmente compreensível pelos consumidores.

Ler mais
A última actualização deste site foi efectuada em 17/04/2014
Ver todos os resultados da procura