Clique aqui para visitar a página inicial do EUFIC
Segurança E Qualidade Alimentar
Tecnologia Alimentar
Food Risk Communication
Nutrição
Saúde E Estilo De Vida
Doenças Relacionadas Com A Alimentação
Perspectivas dos consumidores
(Apenas em Inglês)
Estímulo à reflexão
(Apenas em Inglês)
Iniciativas da União Europeia
(Traduzido parcialmente)
Destaques
Balanço energético

Nós aderimos aos princípios da charte HONcode da Fondation HON Nós aderimos aos princípios da carta HONcode.
Verifique aqui.



FOOD TODAY 12/1999

O que fazer se o congelador não funcionar?

Food TodayO congelador desempenha um papel muito importante na vida doméstica. Se ele deixa de funcionar deve-se ter alguns cuidados, para prevenir problemas relacionados com a segurança dos alimentos e, consequentemente, com os odores desagradáveis.

Se o problema for solucionado em 24 horas, o melhor é deixar os alimentos dentro do congelador, com a porta fechada. Não abra a porta para comprovar o estado dos alimentos – este procedimento aumenta a temperatura interior! Se o congelador estiver sem funcionar mais do que um dia, então é aconselhável mudar os alimentos para outro frigorífico.

O grau de deterioração no segundo dia depende da quantidade de alimentos que estavam no congelador. Se estava cheio, os alimentos mantêm-se frios para o dia seguinte. Se estava a menos de metade da sua capacidade e numa casa aquecida, os alimentos começam a descongelar e a deitar líquido.

Uma vez a funcionar, a preocupação seguinte é recuperar o máximo de conteúdo. Como regra geral, os produtos que descongelados durante várias horas não devem ser recongelados e devem ser deitados fora. No entanto existem alimentos que resistem melhor do que outros ao descongelamento e, por isso, devem ser verificados individualmente.

A comida cozinhada e o marisco não pode ser recongelados, e devem ser eliminados, caso a temperatura aumente até aos 5ºC, por mais de 3 horas. Uma forma de comprovar é apertar o recipiente fechado. Se houver cristais, a temperatura não subiu mais do que 5ºC, se não existirem então deve deitar o alimento fora.

A carne crua, de aves, e o pescado resistem mais facilmente ao descongelamento do que os pratos cozinhados. A carne crua que chega até aos 5ºC, durante um máximo de 6 horas, pode ser aproveitada se for consumida imediatamente. Para aumentar a segurança dos alimentos, a carne deve ser cozinhada a uma temperatura interna de 75ºC. A carne crua, incluindo a de aves, que contém cristais, pode ser recongelada.

A fruta resiste à descongelação com poucos danos de qualidade e é seguro consumi-la ou usá-la para confecção. Estas podem ser recongeladas se não apresentarem sinais de deterioração, no entanto os vegetais podem ser recongelados apenas se apresentarem cristais. Os produtos de padaria, que normalmente são mantidos durante vários dias à temperatura ambiente podem ser recongelados se não apresentarem indícios de bolor. Os produtos cozinhados no forno cobertos com carne ou recheados de nata ou outro creme, assim como os pudins ou gelados, devem ser deitados para o lixo.

Por vezes, não é possível saber há quanto tempo a comida está descongelada. Nestes casos, o mais correcto para uma maior segurança é deitar tudo fora.

No congelador pode estar presente uma vasta gama de microrganismos psicrotróficos (microrganismos que se reproduzem no fio). Alguns destes são perigosos e produzem odores desagradáveis.

Quando o congelador ou frigorífico estão desactivados, o aumento de temperatura causa uma multiplicação rápida de microrganismos. O líquido que os alimentos descongelados libertam, pode infiltrar-se nas fendas e noutros espaços, provocando maus odores. Nos combinados de frigorífico/congelador, o frigorífico pode transmitir a infecção para o congelador, mantendo um odor desagradável e o perigo de contaminação alimentar.

A solução para limpar tanto o congelador, como o frigorífico, é utilizando uma lixívia doméstica (diluída em água de acordo com as recomendações da embalagem).

É importante usar panos novos e limpos para limpar as superfícies, de modo a prevenir a contacto com novos microrganismos. O processo de limpeza termina com a passagem de uma solução de bicarbonato de sódio. A maioria dos odores é causada pelos ácidos gordos voláteis. Os sais de sódio não são voláteis, e por isso reagem com o bicarbonato de sódio evitando os odores.

Se o congelador falha significa perda de alimentos, tempo e dinheiro. O melhor modo é prevenir a forma como vai actuar em caso de emergência, antes de acontecer.

Fontes bibliográficas

National Food Safety Database World-Wide Web Site.
http://www.foodsafety.org
North Carolina Cooperative Extension Services. The Notebook of Food and Food Safety Information. 1997.
VanGarde, Shirley J. and Margy Woodburn. Food Preservation and Safety: Principles and Practice. Iowa State University Press, 1994.

SOBRE O EUFIC
O European Food Information Council ou EUFIC (Conselho Europeu de Informação Alimentar) é uma organização sem fins lucrativos, que fornece informação científica sobre segurança e qualidade alimentar, nutrição e saúde, aos meios de comunicação, profissionais de nutrição e saúde, educadores e líderes de opinião pública, de uma forma facilmente compreensível pelos consumidores.

Ler mais
A última actualização deste site foi efectuada em 02/09/2014
Ver todos os resultados da procura