Clique aqui para visitar a página inicial do EUFIC
Segurança E Qualidade Alimentar
Tecnologia Alimentar
Food Risk Communication
Nutrição
Saúde E Estilo De Vida
Doenças Relacionadas Com A Alimentação
Perspectivas dos consumidores
(Apenas em Inglês)
Estímulo à reflexão
(Apenas em Inglês)
Iniciativas da União Europeia
(Traduzido parcialmente)
Destaques
Balanço energético

Nós aderimos aos princípios da charte HONcode da Fondation HON Nós aderimos aos princípios da carta HONcode.
Verifique aqui.



FOOD TODAY 01/1998

O que se entende por Nutrição? (Parte 2)

Food TodayNa edição do FOOD TODAY nº 1 definiu-se nutrição como sendo a ciência dos alimentos em relação à saúde. Da mesma forma, foi apresentado um enquadramento para o estudo dos efeitos da nutrição sobre o corpo humano. No presente artigo faremos uma revisão do papel de dois grandes grupos de nutrientes: os macronutrientes e os micronutrientes.

A palavra “nutriente” é um termo abrangente que descreve todas as substâncias alimentares utilizadas pelo organismo para assegurar o crescimento normal e manutenção de um bom estado de saúde. Porém, o conceito pode ser dividido em dois grupos distintos de componentes alimentares:

  • macronutrientes and
  • micronutrientes

Constituem macronutrientes as proteínas, os lípidos (gorduras) e os hidratos de carbono. São os principais ingredientes da nossa dieta, constituindo por um lado o material de base que compõe o corpo humano (as proteínas e as gorduras constituem, respectivamente, cerca de 44% e 36% do peso corporal seco), ou, por outro lado o “combustível” necessário para o seu funcionamento (os hidratos de carbono e as gorduras fornecem idealmente cerca de 55% e 30% da energia total).

A água também é um macronutriente mas, uma vez que não obtemos nenhum “nutrimento” a partir dela (nem energia nem outros componentes essenciais), geralmente não é considerada como tal. No entanto, é o elemento mais importante do nosso organismo, tanto quantitativa como qualitativamente. Para além de representar cerca de 60% do peso total do nosso corpo, constitui o componente mais indispensável. Geralmente, uma perda de apenas 8% do total da água corporal (aproximadamente 4 litros) é o suficiente para causar graves consequências. Em comparação com cerca de 15% de proteínas (o segundo elemento com maior importância), e chegando aos 90% no caso da gordura, o elemento menos importante.

Contrariamente aos macronutrientes, os micronutrientes não contribuem com praticamente nenhuma energia, constituindo porém co-factores essenciais ao funcionamento metabólico. Os micronutrientes são primariamente vitaminas (tal como as vitaminas A, B, C, D, E e K), minerais (tal como o cálcio e o fósforo) e oligoelementos (tal como o ferro, zinco, selénio e o manganês).

Embora estes nutrientes sejam necessários em quantidades muito pequenas, constituem elementos alimentares essenciais. Sem eles, os processos de crescimento, de produção de energia, e muitas outras funções normais não poderiam ocorrer.

Consequentemente, a saúde está dependente de uma oferta optimizada de ambos, macro e micronutrientes. A carência ou o excesso no consumo de qualquer um deles, pode conduzir a problemas. Hoje em dia, as questões nutricionais mais importantes referem-se principalmente ao consumo excessivo de macronutrientes ou do consumo insuficiente de micronutrientes. O próximo artigo desta série irá abordar exemplos de cada caso.

Podcasts relacionados
Obesity, Regime Alimentar (dieta) e controlo de peso, Dietary fibre
Nutrigenomics, Obesity, Regime Alimentar (dieta) e controlo de peso
SOBRE O EUFIC
O European Food Information Council ou EUFIC (Conselho Europeu de Informação Alimentar) é uma organização sem fins lucrativos, que fornece informação científica sobre segurança e qualidade alimentar, nutrição e saúde, aos meios de comunicação, profissionais de nutrição e saúde, educadores e líderes de opinião pública, de uma forma facilmente compreensível pelos consumidores.

Ler mais
A última actualização deste site foi efectuada em 23/04/2014
Ver todos os resultados da procura