Clique aqui para visitar a página inicial do EUFIC
Segurança E Qualidade Alimentar
Tecnologia Alimentar
Food Risk Communication
Nutrição
Saúde E Estilo De Vida
Doenças Relacionadas Com A Alimentação
Perspectivas dos consumidores
(Apenas em Inglês)
Estímulo à reflexão
(Apenas em Inglês)
Iniciativas da União Europeia
(Traduzido parcialmente)
Destaques
Balanço energético

Nós aderimos aos princípios da charte HONcode da Fondation HON Nós aderimos aos princípios da carta HONcode.
Verifique aqui.



FOOD TODAY 09/1999

Os benefícios escondidos do chá

Food TodayNo número 15 do FOOD TODAY discutimos alguns dos potenciais benefícios para a saúde dos fitoprotectores e dos nutrientes vegetais presentes nas frutas, legumes, cereais e algumas bebidas. A maior parte destas substâncias são capazes de proteger as plantas das condições adversas e agressões do ambiente envolvente, e, actualmente, as investigações demonstram que nós também podemos beneficiar da introdução destas substâncias na nossa alimentação.

O chá é provavelmente uma das fontes de nutrientes benéficos mais surpreendente. Com a excepção da água, este constitui a bebida mais consumida em todo o mundo. O chá verde é proveniente das folhas, recém colhidas, da planta do chá posteriormente vaporizadas, enroladas e secas a altas temperaturas. O chá preto, por sua vez, é obtido, numa primeira fase, através da oxidação das folhas da planta, que são posteriormente enroladas e secas.

É difícil imaginar que um gesto tão simples como beber uma chávena de chá, esconde em cada golo, uma série de substâncias capazes de reforçar as defesas do nosso organismo contra doenças crónicas como o caso das doenças cardíacas ou cancro.
Os nutrientes na planta do chá que têm suscitado o entusiasmo dos investigadores são os flavenóides. Estão espalhados por todo o mundo vegetal, milhares de flavenóides, muitos destes com funções antioxidantes. O que significa que são capazes de absorver e neutralizar os efeitos prejudiciais dos radicais livres que, se deixados no corpo humano, podem causar problemas crónicos, tais como doenças cardiovasculares, cancro, cataratas, inflamações, artrite e até mesmo a doença de Alzheimer. Por exemplo, um estudo, realizado na Holanda1 apresentou evidências de que pessoas com uma ingestão comprovadamente superior de flavenóides apresentam um risco reduzido de doença cardíaca quando comparadas com aquelas que consomem menor quantidade.

A ingestão de apenas uma chávena de chá contém cerca de 200mg de flavenóides, muitos dos quais são libertados na bebida, durante o primeiro minuto de infusão. No entanto, um tempo menor de infusão leva a níveis mais baixos de flavenóides. Tomar três chávenas por dia, durante duas semanas, aumenta a concentração de flavenóides no sangue em 25%, e, felizmente, as suas propriedades antioxidantes não são afectadas pela adição de leite.2

Bebido diariamente em todo o mundo desde há séculos, as propriedades curativas do chá têm sido, desde há muito tempo, exaltadas pelos herboristas chineses, recomendando-o para o tratamento de uma grande variedade de afecções, que vão desde a limpeza das cordas vocais até à melhoria do processo digestivo e o alívio da retenção de líquidos. Hoje em dia, os benefícios para a saúde parecem receber a aprovação por parte dos cientistas ocidentais.

O que podemos encontrar numa chávena de chá?

Substância Características
Catequinas Mais de metade do teor total de catequinas é constituído por epigalocatequina galato, também conhecida sob o nome de EGCG. As suas propriedades antioxidantes são 20 vezes superiores às da vitamina C. 
Rubigeninas Este é um flavonóide composto que se desenvolve quando as folhas do chá fermentam e oxidam.
Flavinas Produzida durante a fermentação das folhas.
Cafeína Ligeiro estimulante que se encontra no chá: uma chávena de 200 ml contém uma média cerca de 40 mg de cafeína, por comparação aos 64 mg presentes no café instantâneo, que pode ascender até aos 150 mg noutros tipos de café.
Taninos Um tipo de flavonóide que confere ao chá o seu aroma, amargor e adstringência, para além das suas propriedades anti-oxidantes.

Referências

  • Hertog, M.G.L, Kromhout, D., Aravanis, C. et al. (1995) Flavonoid intake and long-term risk of coronary heart disease and cancer in Seven Countries Study. Arch Intern Med 155: 381 - 386
  • Van het Hof, H.H., Kivits, G.A.A., Westrate, J.A. and Tijburg, L.B.M. (1988) Bioavailability of catechins from tea: the effect of milk. Eur J Clin Nutr 52:356 - 359
 
SOBRE O EUFIC
O European Food Information Council ou EUFIC (Conselho Europeu de Informação Alimentar) é uma organização sem fins lucrativos, que fornece informação científica sobre segurança e qualidade alimentar, nutrição e saúde, aos meios de comunicação, profissionais de nutrição e saúde, educadores e líderes de opinião pública, de uma forma facilmente compreensível pelos consumidores.

Ler mais
A última actualização deste site foi efectuada em 21/08/2014
Ver todos os resultados da procura